Acidentes E Violência apresenta textos que trazem significativa contribuição para o reordenamento e a orientação de políticas voltadas à produção do cuidado da população, que é afetada de forma contundente pelo fenômeno da violência. O grupo de estudo e pesquisa Ação pela Paz, do Departamento de Saúde Comunitária da Universidade Federal do Ceará (UFC), reúne pesquisadores e apresenta nesta coletânea estudos relacionados à violência e suas interfaces com a saúde. Os temas analisados pelos autores deste volume nos conduzem a importantes debates sobre a saúde coletiva e a violência.
A violência é um fenômeno sócio-histórico que acompanha toda a experiência da humanidade. Atualmente, a vida nas grandes cidades apresenta um acirramento dos processos violentos, o que implica o desencadeando de diversos conflitos.
No Brasil, o tema começou a ser debatido pela área da saúde na década de 1980, entrando com mais vigor na agenda de debates políticos e sociais. Os profissionais da saúde passaram a fazer denúncias sistemáticas acerca das diversas modalidades de violência contra as pessoas e sua influência negativa sobre a saúde física e mental das vítimas. O fenômeno passou a ser compreendido como um problema da área nas esferas individual e coletiva e exige, para sua prevenção e enfrentamento, a formulação de políticas específicas e a organização de práticas e de serviços próprios do setor.
A produção de estudos sobre a violência e seus determinantes é algo necessário para a elaboração de respostas mais efetivas, tendo como foco a produção do cuidado. Essa é a função da universidade, desenvolver para a sociedade pesquisas que apontem caminhos para a construção de políticas assertivas que atendam às atuais necessidades da população.
O volume II do livro Violências e acidentes: uma abordagem interdisciplinar – organizado por José Gomes Bezerra Filho, Isabelle da Silva Gama Araújo, Kátia Costa Savioli e Emanuel Moura Gomes – apresenta textos que trazem significativa contribuição para o reordenamento e a orientação de políticas voltadas à produção do cuidado da população, que é afetada de forma contundente pelo fenômeno da violência.
O grupo de estudo e pesquisa Ação pela Paz, do Departamento de Saúde Comunitária da Universidade Federal do Ceará (UFC), reúne pesquisadores e apresenta nesta coletânea estudos relacionados à violência e suas interfaces com a saúde.

Deixe uma resposta