Ana Carolina Costa Pereira & Wellington Lima Cedro (Orgs.) – Educação Matemática

Qual a concepção que temos da Matemática? Trata-se de uma ciência a-histórica, baseada na Lógica e na Teoria dos Conjuntos? Um conjunto de conhecimentos extraídos do mundo físico por meio dos sentidos? Ou é melhor defini-la como uma ciência viva, dinâmica, totalmente integrada na sociedade e com a qual pode-se melhorar a qualidade de vida da população?
Acreditamos que as respostas a essas perguntas podem nos ajudar a identificar o que nós conhecemos atualmente como Educação Matemática. De um modo geral concordamos com D`Ambrósio, que concebe a Educação Matemática como um ramo da Educação em que se procura estudar e desenvolver modos mais eficientes de se ensinar Matemática, ou seja, a Educação Matemática, acreditamos, representar, sim, uma substanciosa oportunidade de se fazer face às dificuldades e desafios inerentes aos processos de ensino e aprendizagem em Matemática.
Com essas características, trata-se, portanto de uma área eminentemente multidisciplinar que segundo D`Ambrósio, “se pratica com um objetivo geral bem específico – transmitir conhecimentos e habilidades matemáticas – através dos sistemas educativos (formal, não-formal e informal)”. Esse caráter multidisciplinar, inequivocamente, é o principal responsável pela vitalidade da Educação Matemática, uma vez que favorece o progresso dessa área em várias frentes de pesquisa.
Contudo, mesmo guarnecida com tantos aspectos positivos e avanços, a Educação Matemática deve, ainda assim, ser, prudentemente, considerada um campo científico em formação.
Há muito o que se definir, reestruturar e fundamentar nessa área, e compete a nós, estudiosos e pesquisadores, imergir em nossas reflexões e investigações de modo que possamos assistir produtivamente o processo de consolidação da Educação Matemática.
Neste contexto, é que dedicamos este livro a apresentar uma série de estudos e investigações no campo da Educação Matemática com o propósito principal de ajudar o leitor no movimento de reflexão teórica sobre o processo de constituição de identidade de uma área tão diversa como a Educação Matemática.
Assim, este trabalho é um dos inúmeros passos necessários na delimitação e desenvolvimento do conhecimento inerente ao educador matemático.

Deixe uma resposta