O glossário surgiu a partir da necessidade de mapeamento e definição de conceitos e noções utilizadas no discurso e na prática de pesquisa dos 11 eixos do Observatório de Análise Política em Saúde (OAPS). As definições dos descritores selecionados foram buscadas em dicionários temáticos e glossários já existentes na área de Saúde. Para os descritores não encontrados nesses documentos, foram construídas definições a partir de diferentes correntes e enfoques teóricos.
O desenvolvimento deste projeto contemplou a conformação de uma Rede de Pesquisadores da área de Política, Planejamento e Gestão em Saúde (PPGS), responsável pela execução de vários subprojetos, apresentados ao coletivo de pesquisadores durante a realização da primeira Oficina de Trabalho da Rede realizada em novembro de 2014. O trabalho desenvolvido em 2015 gerou, entre outros produtos, o Observatório de Análise Política em Saúde (OAPS), articulado a um Centro de Documentação Virtual (CDV), lançado oficialmente durante o 11º Congresso da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), realizado em Goiânia.
Os pesquisadores vinculados ao Observatório de Análise Política (OAPS) são responsáveis por um conjunto de estudos e pesquisas organizadas em diversos eixos temáticos, cujos produtos, sob a forma de resultados das pesquisas, documentos e textos para debate, estão sendo progressivamente disponibilizados para consulta pública de universidades, gestores, centros de pesquisa, conselhos de saúde e organizações da sociedade civil. Além disso, o Centro de Documentação virtual (CDV) reúne, guarda e difunde documentos e referências diversas (documentos escritos, áudios, vídeos e imagens) relativas às Políticas de Saúde, visando apoiar institucionalmente os pesquisadores que compõem a Rede e demais usuários do Observatório, contribuindo assim para a difusão da produção acadêmica na área e a socialização de documentos institucionais que tratam de processos políticos e políticas específicas relacionadas com os eixos temáticos do OAPS.
O acompanhamento da execução do Projeto ao longo dos dois primeiros anos (2014-2015), através de reuniões periódicas onde são apresentados e discutidos os subprojetos de cada eixo temático, bem como os produtos que estão sendo elaborados (dissertações, teses, artigos e capítulos de livro etc.).

Deixe uma resposta