Organizado pela professora Aline Conceição Souza, Mosaico Econômico é uma seleta coletânea dos resultados de monografias e projetos de pesquisa do curso de Ciências Econômicas da Universidade Estadual de Santa Cruz, no qual se destaca o desafio da pesquisa e as oportunidades abertas por ela para a compreensão da realidade local.
Os trabalhos reunidos levantam importantes reflexões sobre o desenvolvimento de diferentes atividades econômicas a nível mundial, nacional e estadual, com recorte especial para os municípios do eixo Itabuna- Ilhéus. Os textos tratam de temas como a caracterização do turismo internacional no estado da Bahia, o comportamento dos preços de alimentos e seus impactos na cesta básica da população e a observação de indicadores de desenvolvimento da região. Além disso, traça as características empreendedoras de mulheres que vivem da informalidade e propõe uma análise inovadora do mercado de cosméticos étnicos e sua segmentação estratégica.
O primeiro texto, Pesquisa: um desafio, uma oportunidade, faz uma reflexão sobre o processo de pesquisa na graduação, principalmente no Curso de Ciências Econômicas. O trabalho científico apresenta-se aos discentes, que serão abordados como pesquisadores-iniciantes, como um “desafio”, configurado, posteriormente, em “oportunidades” e aprendizado para a construção analítica e crítica da realidade em que vivem.
O Turismo Internacional no estado da Bahia analisa a chegada de turistas estrangeiros no Brasil, a entrada deles por estado para localizar o estado da Bahia, comparamos a chegada ao Brasil e à Bahia, relacionamos a entrada de turistas na Bahia por continente, por vias de acesso, por mês e identificamos os países que mais visitam o estado da Bahia.
Em Análise do comportamento do custo da ração essencial mínima nas cidades de Itabuna e Salvador, Bahia, as autoras ressaltam que o cenário de incertezas econômicas advindas da crise financeira mundial, aliado à alta nos preços dos alimentos.
Comparativo dos indicadores socioeconômicos dos municípios de Ilhéus e Itabuna (Bahia) sob a ótica de Amartya Sen, no período de 1990 a 2008, observa os indicadores de desenvolvimento que possam representar, nos municípios, as liberdades instrumentais desenvolvidas por Amartya Sen: liberdades políticas, facilidades econômicas, oportunidades sociais, garantias de transparência e segurança protetora.
Análise do mercado de cosméticos étnicos no comércio de Itabuna – Bahia, 2009 traz uma análise de etnia aliada ao mercado de cosméticos regional e, consequentemente, a uma perspectiva de gênero.
Os empreendimentos informais e a mulher: um recorte das clientes do Banco do Povo no município de Itabuna-Bahia, identifica características empreendedoras em mulheres que desenvolvem atividades econômicas informais, medindo a participação da renda da mulher no orçamento familiar.

Deixe uma resposta