Atualmente temos acesso a vários tipos de conhecimento, não somente através da escola, mas também por meio das diferentes tecnologias de comunicação e informação. No entanto o saber esta em construção. Lévy conceitua o ciberespaço como “um espaço aberto da comunicação, realizado através da interconexão entre computadores e suas memórias, incluindo os sistemas de intercomunicação eletrônicos, quando transmitem informações advindas das fontes digitais ou destinadas à digitalização”.
O livro Educação e ciberespaço: estudos, propostas e desafios é uma coletânea de artigos com trabalhos realizados por pesquisadores brasileiros de vários estados e instituições, bem como, de Portugal.
O intuito desta obra é poder proporcionar aos leitores um panorama de alguns aspectos da educação no ciberespaço, em particular, da educação online ou virtual. E, a partir, desta visualização, os leitores poderão ter uma noção, mais esclarecedora sobre as possibilidades no interior da “Grande Rede”.
Desta forma, textos sobre docência virtual, a didática online, autorias na web, ensino de línguas utilizando a Internet, avaliação de curso em Educação a Distância online, estudos sobre ambientes virtuais de aprendizagem e possíveis ferramentas, estarão presentes no corpo da publicação, assim como, outros aspectos relevantes.
A Internet, hoje, é profundamente difundida no Brasil e no mundo e a educação vem, cada dia mais, utilizando dos artifícios tecnológicos dos computadores em rede para criar situações de aprendizagem condizentes com o mundo atual e, de acordo, com as demandas da sociedade do conhecimento.
Desta forma, a Virtus Editora ao oferecer ao público esta obra vem tentar acrescentar valor aos estudos realizados na área e contribuir com o crescimento e desenvolvimento da educação que utiliza ou se efetua na Internet, bem como, oportunizar condições para que pesquisadores de língua portuguesa possam divulgar suas investigações e, assim, criarem condições para o debate do processo ensino-aprendizagem que circunda a educação no ciberespaço.

Deixe uma resposta