O livro trata das relações da Unesp com o programa Pró-Letramento – Mobilização pela Qualidade da Educação, realizado pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) em parceria com universidades que integram a Rede Nacional de Formação Continuada.
Trata-se de um programa voltado para professores com vista à melhoria da qualidade do ensino e da aprendizagem da leitura e da escrita em Matemática e Linguagem nos anos iniciais do ensino fundamental.
O papel das universidades é o de principalmente servirem como centros de pesquisa e de criação de atividades, sendo o corpo de pesquisadores da Unesp composto por especialistas nas áreas de Matemática, Linguagem e Educação em geral, que atuam inclusive com o apoio da educação a distância.
Desde a criação do Pró-Letramento, em 2006, a Unesp está envolvida, por exemplo, com a formatação de cursos e com a elaboração do material a ser utilizado, baseado sempre na problematização dos conteúdos e das práticas cotidianas dos professores.
Esse material traz ainda orientações de atividades a serem desenvolvidas entre os professores e aplicadas em sala de aula.
O Pró-Letramento – Mobilização pela Qualidade da Educação – é um programa de formação continuada de professores para a melhoria da qualidade da aprendizagem da leitura/escrita em Matemática e Linguagem nos anos iniciais do ensino fundamental.
O programa é realizado pelo MEC, em parceria com universidades que integram a Rede Nacional de Formação Continuada e com a adesão dos estados e municípios, podendo participar todos os professores que estão em exercício nos anos iniciais do ensino fundamental das escolas públicas.
O programa visa à melhoria da qualidade de aprendizagem nas áreas de conhecimento em que atua, bem como ao desenvolvimento da consciência da necessidade e do direito à formação continuada.
O Pró-Letramento conta com uma metodologia de multiplicadores, promovendo, por meio da preparação de tutores, a formação continuada do maior número possível de professores atuantes nos sistemas de ensino daqueles municípios que aderiram ao programa.

Deixe uma resposta