Teatro Completo De Nelson Rodrigues – 1941-1978

O teatro entrou na vida de Nelson Rodrigues por acaso. Uma vez que se encontrava em dificuldades financeiras, achou no teatro uma possibilidade de sair da situação difícil em que estava. Assim, escreveu “A mulher sem pecado…”, sua primeira peça. Segundo algumas fontes, Nelson Rodrigues tinha o romance como gênero literário favorito e suas peças seguiram essa predileção, pois as mesmas são como romances em forma de texto teatral. Nelson Rodrigues é um originalíssimo realista. Não é à toa que foi considerado inovador. De fato, a prosa de Nelson Rodrigues era realista e, tal como os realistas do século XIX, ele criticou a sociedade e suas instituições, sobretudo o casamento.
Sendo esteticamente realista em pleno Modernismo, Nelson Rodrigues não deixou de inovar tal como fizeram os modernos. O autor transpôs a tragédia grega para a sociedade carioca do início do século XX, e dessa transposição surgiu a “tragédia carioca”, com as mesmas regras daquela, mas com um tom contemporâneo. O erotismo está muito presente na obra de Nelson Rodrigues, o que lhe garante o título de realista. Nelson Rodrigues não hesitou em denunciar a sordidez da sociedade tal como o fez Eça de Queirós em suas obras. Esse erotismo realista de Nelson teve sua gênese em obras do século XIX, como “O Primo Basílio”, e se desenvolveu grandemente na obra do autor pernambucano. Em síntese, Nelson foi um grande escritor, dramaturgo e cronista, e está imortalizado na literatura brasileira.
Nelson Rodrigues escreveu dezessete peças teatrais. Sua edição completa abrange quatro volumes, divididos segundo critérios do crítico Sábato Magaldi, que agrupou as obras de acordo com suas características, dividindo-as em três grupos: Peças psicológicas, Peças míticas e Tragédias cariocas.

1941 – A mulher sem pecado
1943 – Vestido de noiva
1946 – Álbum de Família
1947 – Anjo negro
1947 – Senhora dos afogados
1949 – Doroteia
1951 – Valsa Nº 6
1953 – A falecida
1957 – Perdoa-me por me Traíres
1957 – Viúva, porém honesta
1958 – Os sete gatinhos
1959 – Boca de ouro
1960 – O beijo no asfalto: Tragédia carioca em três atos
1962 – Otto Lara Resende ou Bonitinha, mas Ordinária
1965 – Toda Nudez Será Castigada
1974 – Anti-Nelson Rodrigues
1978 – A Serpente

Deixe uma resposta