O propósito deste livro é apresentar alguns dos principais conceitos teóricos, ferramentas de apoio e exemplos de empresas líderes nas áreas de logística, distribuição e trade marketing, servindo como referência para a análise de como otimizar a produtividade e a lucratividade das empresas, dos mais variados ramos de atuação, no atual contexto dos negócios.
Por isso, o livro está dividido em cinco capítulos, além desta introdução e da conclusão. O capítulo 1 apresenta a evolução histórica do emprego da logística e explicita a importância estratégica da logística, distribuição e trade marketing nas empresas atualmente, analisando as alterações recentes no cenário dos negócios que, por questões estruturais, evidenciaram a logística, a distribuição e o trade marketing no Brasil.
O capítulo 2 desenvolve, de forma sucinta, uma abordagem ampla e geral sobre a logística, sua evolução e emprego até o gerenciamento global da cadeia de suprimentos. Detalha o seu estudo ao apresentar as principais atividades da execução da logística, tais esforços sendo percebidos pelo cliente no ponto de venda. Aborda, ainda, a logística à luz de empresas industriais e prestadoras de serviço, procurando apresentar uma visão única, ainda que particular, para esses segmentos de atuação.
A otimização da logística, compreendendo o emprego mais eficiente de tecnologias de informação como apoio, dando ênfase à redução de tempos de atraso em processos e colaboração interna ou externa na cadeia de suprimentos, é o cerne do capítulo 3.
O capítulo 4 cuida da importante missão de ligar a empresa a seus clientes por meio de canais de distribuição. Neste capítulo os canais são definidos, qualificados e analisados sob o ponto de vista da sua integração e propósitos do ambiente geral do negócio. As questões de competição e conflito nos canais, as estruturas mais comuns para determinados segmentos de atuação e as principais propriedades dos canais de distribuição são tratadas.
No capítulo 5 detalha-se a importante e revolucionária forma de trabalho no ponto de venda — ligação maior, no nível operacional, entre a logística, seus canais de distribuição e vendas e o marketing — conhecida como trade marketing. Este capítulo detalha como adaptar os produtos, a logística, as políticas e as estratégias de marketing das marcas, de modo a conquistar o consumidor nos pontos de venda, satisfazendo da melhor maneira possível as necessidades de canais comerciais específicos e de clientes estratégicos. Este capítulo descreve também as vantagens e formas de se utilizar o trade marketing.

Deixe uma resposta