Max Weber – O Que É A Burocracia?

Posted on Posted in Administração, Ciências Sociais, Direito

Maximilian Carl Emil Weber ou, simplesmente, Max Weber. Intelectual e jurista alemão, ele é considerado um dos pais da sociologia moderna. Contudo, seu pensamento influenciou outras áreas do conhecimento, entre elas a Economia, a Filosofia, a Ciência Política e, claro, a Administração, sendo contemporâneo do movimento da Administração Científica e das primeiras fases do pensamento da teoria do processo administrativo.
O Que É A Burocracia? apresenta ao público uma ampla reflexão sobre a burocracia e esquematiza as principais características desse modelo, contribuindo para o estudo da Administração pública e privada.
De acordo com Weber, a administração burocrática segue alguns princípios como a hierarquia de cargos, por exemplo. Entende–se, nessa estrutura, que os funcionários superiores controlam os demais. O autor diz, ainda, que a autoridade hierárquica dá-se em qualquer estrutura burocrática, seja ela pública ou não.
Relevante, ainda, é a sua visão sobre o funcionário na estrutura burocrática. Eles gozam de salário e jornada de trabalho fixado e são contratados, nomeados ou eleitos com base em suas competências técnicas. Por isso a necessidade da realização de provas, concursos ou exames para admissão e promoção dos funcionários. Além disso, a existência de um funcionário burocrata sugere que ele tenha emprego fixo, gozando de estabilidade.
Percebe-se pela obra que a burocracia seria, segundo Weber, a forma mais eficiente de uma organização, pois torna a administração mais eficiente e eficaz e isso garante rapidez e racionalidade ao trabalho, além de diminuir os problemas internos. Contudo, ele ressalta na obra que nenhuma burocracia funcionará sem gestores profissionais.
O que é a burocracia? é um excelente livro introdutório aos estudos da administração. O modelo burocrático weberiano nos revela um sistema que, mesmo não sendo aplicável nos dias atuais por conta dos novos modelos de gestão frente à globalização e a mercados cada vez mais abertos, serve como exemplo do que é ou não possível fazer dentro de uma organização.

Deixe uma resposta