Fernando Ramos & Othon Jambeiro – Internet E Educação A Distância

Posted on Posted in Comunicação, Educação, Internet

Internet E Educação A Distância é uma invenção coletiva e decorre de um projeto binacional, envolvendo Portugal e Brasil, representados pela Universidade de Aveiro e pela Universidade Federal da Bahia. Três unidades internas destas Universidades – o Centro Multimídia e de Ensino a Distância (Cemed), em Aveiro, a Faculdade de Comunicação (Facom) e o Instituto de Ciência da Informação (ICI), na UFBA – executam o projeto. O apoio e o financiamento provêm do Instituto de Cooperação Científica e Técnica Internacional (ICCTI), de Portugal, e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Brasil.
A intenção dos pesquisadores que formularam e desenvolvem o projeto é promover a formação e o aperfeiçoamento de professores e investigadores das instituições participantes, realizar pesquisas e trocar informação, resultados científicos e documentação especializada. Tudo isto referente a concepção, discussão, desenvolvimento, realização, avaliação e estratégias destinadas a fomentar a utilização de metodologias e tecnologias de
e-learning nas instituições de ensino superior, particularmente nas que participam do projeto.
A justificativa para a adoção binacional de um programa desta natureza está no fato de o desenvolvimento das tecnologias vinculadas à Internet e a sua disseminação generalizada serem fatores que potencializam o desenvolvimento de novas formas de conceber e implementar sistemas educativos. Esta “revolução está já em marcha em muitos países e, tanto em Portugal como no Brasil, cresce o interesse, nas comunidades universitárias, pela exploração do potencial destas novas metodologias de suporte ao ensino/aprendizagem.
O projeto tem como temática integradora a análise das implicações que as tecnologias de informação possibilitam, em termos de novos modelos e estratégias de aplicação do e-learning no ensino.
Daí decorrem como temas, entre outros: estudo de organização e gestão; estratégias de motivação e sensibilização da comunidade acadêmica; estratégias e metodologias de avaliação de alunos; avaliação de metodologias e tecnologias de e-learning; desenvolvimento de tecnologias para e-learning.
A estratégia metodológica tem levado à formulação e à execução de projetos nas áreas de: estratégias de organização e gestão; didática; métodos e técnicas de desenvolvimento de material instrucional; tutoria e avaliação de alunos; avaliação de tecnologias para e-learning; desenvolvimento de ferramentas para ambientes de e-learning; usos e padrões de utilização das tecnologias e serviços educacionais em rede.

Deixe uma resposta