Pedro De Almeida Vasconcelos – Dois Séculos De Pensamento Sobre A Cidade

Posted on Posted in Ciências Sociais, Geografia, Urbanismo

Dois Séculos De Pensamento Sobre A Cidade apresenta o resultado principal de uma pesquisa realizada durante o período de um ano de pós-doutorado (1994-1995), junto ao Laboratoire Espace et Culture, dirigido pelo Prof. Paul Claval, na Université de Paris IV, mediante bolsa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e continuada durante mais um ano após retorno do autor ao Brasil.
A obra visa recuperar a contribuição do pensamento sobre a cidade, desde o período da institucionalização da geografia como disciplina universitária no início do século XIX e busca, a partir do exame crítico de textos originais, destacar, por um lado, a preocupação teórica, metodológica e conceitual, que foi construída por nossos predecessores e desenvolvida pelos contemporâneos. Por outro lado, traz informações sobre a própria realidade urbana, tanto “ocidental” como de outros contextos geográficos, nas diferentes formas em que essa realidade foi apreendida pelos diversos autores, nas diferentes etapas temporais examinadas.
O livro também possibilita que cidades variadas sejam comparadas por visões diferentes num período de quase dois séculos. Tanto as cidades, como a geografia, mudaram, e o interesse é duplo.
Os principais trabalhos das outras disciplinas sobre a questão urbana foram também examinados, com um grau menor de aprofundamento, para servir de comparação à produção geográfica de cada período.
De fato, a origem deste estudo data de 1985, quando iniciava minhas atividades junto ao Mestrado em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal da Bahia (UFBA), participando do curso Estrutura Urbana e Uso do Solo, com discussões críticas sobre vários pensadores da cidade. As comunicações apresentadas na Terceira Semana de Urbanismo, em Salvador (1988) e no Primeiro Simpósio de Geografia Urbana, em São Paulo (1989), também foram nessa mesma linha.
Com a implantação da Área de Concentração em Análise Urbano-Regional, de responsabilidade do Departamento de Geografia junto ao referido Mestrado (1992), passei a assumir o curso Teoria em Análise Urbano-Regional, que era uma continuidade do curso anterior, mas com uma predominância no exame da contribuição dos geógrafos sobre o estudo das cidades. O referido curso teve continuidade com o novo Mestrado em Geografia, iniciado em 1994.
Apesar da riqueza de documentação, sobretudo sobre os anos 1950/1960, em boa parte devido ao acervo do antigo Laboratório de Geomorfologia e Estudos Regionais, sob a direção do Prof. Milton Santos, há grandes lacunas de material anterior, assim como posterior ao período dessas duas décadas.

Deixe uma resposta