José Veríssimo – História Da Literatura Brasileira

Posted on Posted in História, Literatura Brasileira

A História da literatura brasileira de José Veríssimo, como a maioria das Histórias, respeita um roteiro cronológico na exposição e andamento da matéria estudada. Isso permite aos leitores compreender, passo a passo, o contexto cultural em que surgiram no Brasil as primeiras manifestações literárias e, ao longo do tempo, chegar à visão crítica da obra de Machado de Assis, último capítulo da História, publicada em 1916, logo após a morte do autor.
A História da literatura brasileira de José Veríssimo opõe-se claramente aos conceitos generalistas de outra importante História da nossa literatura, de autoria do polivalente crítico e obstinado pesquisador que foi Sílvio Romero. Contemporâneos os dois, Veríssimo recebeu a influência da historiografia literária francesa, principalmente a de Gustave Lanson, e também da contribuição de Brunetière, orientação diametralmente oposta à ideologia de Romero. Esse crítico sergipano, reconhecido como um destacado representante da Escola do Recife, grupo formado em torno de 1870, era fortemente influenciado pelas ideias germânicas quanto ao entendimento do fenômeno cultural e literário, cuja figura proeminente no Brasil foi Tobias Barreto. No entanto, segundo Alfredo Bosi, a História da literatura brasileira de José Veríssimo “foge da adesão a qualquer movimento ou grupo ideológico e não deixa de externar o receio que lhe inspira a voga do cientificismo”. Contrariamente, Sílvio Romero considerava a literatura uma manifestação cultural que deveria ser compreendida num âmbito mais amplo, além dos estreitos limites do viés esteticista das chamadas belles lettres. Ele entendia que o conhecimento das teses deterministas seria importante para a valorização do estudo e análise das obras que deveriam levar em conta o contexto social em que foram produzidas.
Os modernos críticos e historiadores da nossa literatura revisaram favoravelmente a contribuição de José Veríssimo, não apenas a expressa em sua História, mas também nos seus outros livros, como Estudos brasileiros, Estudos de literatura brasileira (seis séries), Que é literatura?

Deixe uma resposta