Claudio De Moura Castro – Você Sabe Estudar?

Posted on Posted in Educação

Um grande número de livros é publicado anualmente em todo o mundo, e o Brasil não escapa a esta postura típica, alimentado pela vontade de autores que, motivados pelos mais diferentes assuntos, procuram chegar ao mercado, escrevendo e tornando os temas sobre os quais escrevem acessíveis aos leitores.
Temos nas mãos um trabalho feito com carinho e esmero por um grande educador brasileiro, Claudio de Moura Castro. Ao longo de sua vida, o autor não somente escreveu como analisou os problemas educacionais do nosso país, que apresenta, eu diria, diferenciais negativos que precisam ser corrigidos. Hoje, vivemos em um mundo global, e a sociedade precisa pensar que tem obrigações fundamentais em relação aos jovens. Mais do que no passado, eles precisam de nossa ajuda para se transformar em cidadãos de sucesso, por meio de uma estrutura de ensino e aprendizagem dinâmica e organizada, capaz de lhes proporcionar o melhor em competência para vencer em um mundo claramente competitivo.
O título deste livro é sugestivo e faz uma pergunta que afeta a todos, convidando o leitor a tentar responder algo realmente importante: “Você sabe estudar?”. Pode ser que naturalmente possamos saber como estudar e aprender melhor, mas devemos aceitar que o processo de acumular conhecimento varia entre as pessoas, umas compreendendo e gravando informações de forma mais eficaz do que outras. Se isso for verdade, o “como aprender” pode ser ensinado e melhorado.
Quando constatamos o nível técnico ou tecnológico dos produtos que hoje nos são oferecidos, desde o mais simples dos celulares até o mais sofisticado computador, não podemos deixar de admirar a capacidade criativa dos autores de tais projetos. São especialistas que, por meio de processos avançados de ensino, se tornaram capazes de conceber e fabricar os mais variados tipos de equipamentos, que enriquecem nossas vidas com informações há pouco tempo inacessíveis à imensa maioria dos habitantes do nosso planeta.
Do mesmo modo que o autor nos pergunta se sabemos estudar, podemos perguntar se nossa capacidade de fazê-lo permite um nível de aprendizado e habilidade suficiente para produzir o imenso valor mental agregado que temos potencial para criar com a ajuda dos aplicativos e equipamentos que hoje temos em nossas mãos.

Deixe uma resposta