Este heterogêneo livro é composto por 19 textos completos e atuais sobre estudos interdisciplinares em ciências biológicas, saúde, engenharias e gestão, organizados a partir dos trabalhos apresentados no III Seminário de Pesquisa, Pós–Graduação e Inovação (III SPPGI), da Regional Catalão da Universidade Federal de Goiás (UFG-RC) e produzido com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (FAPEG). De modo a facilitar a identificação dos trabalhos por similaridades entre essas diferentes áreas do conhecimento, o livro foi dividido em três partes: a primeira é composta por trabalhos da área de administração e gestão organizacional; na Parte II estão aqueles relacionados às áreas biológicas e saúde; e, por fim, na última estão os trabalhos das engenharias. Os trabalhos da Parte I apresentam, em sua maioria, fundamentação por revisões bibliográficas acerca das temáticas da administração e gestão organizacional.
Introduz essa parte o capítulo “Administração da produção nas organizações: uma breve revisão teórica”, por meio do qual os autores buscaram transmitir os aspectos relevantes da dinâmica organizacional em relação à produtividade, qualidade, sistemas de produção e gestão organizacional. O capítulo seguinte, “Análise bibliométrica do comportamento do consumidor”, traz abordagens sobre o comportamento do consumidor quanto ao processo de decisão de compra, tendo em vista a competitividade presente no mercado. Os autores do Capítulo 3 realizaram uma “Análise do histórico de desenvolvimento de modelos de aparelho de Inderbitzen para a confecção de tabelas comparativas”, apresentando o andamento do aparelho desde a sua criação, em 1961, até novas propostas de equipamentos idealizadas por pesquisadores brasileiros.
Os Capítulos 4, 5, 6 e 8, respectivamente, “Barreiras para implantação e manutenção das práticas de Green Supply Chain Management”, “Desenvolvimento de um instrumento de pesquisa quanto à coordenação das práticas de Green Supply Chain”, “Ferramental de diagnóstico de práticas em Green Supply Chain Management” e “Proposta de um modelo de indicadores de desempenho para a Green Supply Chain Management” trazem, em síntese, informações sobre organizações de múltiplos segmentos da indústria mundial baseadas em Green Supply Chain Management (GSCM), que inclui a implantação e conjunto de ferramentas para diagnosticar com eficiência o uso de práticas de GSCM por cadeias de suprimentos, além de desenvolverem uma proposta de modelo de indicadores de desempenho aplicados à GSCM baseada nos modelos encontrados na literatura.

Deixe uma resposta