Gaston Bachelard – A Formação Do Espírito Científico

Posted on Posted in Ciências Sociais, Filosofia, Psicologia

A Formação do Espírito Científico, escrito em 1938, insere-se numa sequência de obras que marca o período mais criativo do Bachelard “diurno”, aquele que pensa o saber científico, em contraponto com o Bachelard “noturno”, que se debruça sobre a criação artística, o devaneio, as imagens poéticas ou as possibilidades da imaginação. Recorrendo a múltiplos textos e conceitos da alquimia, da química e da física dos séculos XVII e XVIII, o filósofo destaca neste livro as armadilhas e as dificuldades que cercam a descoberta de conceitos fundamentais, a função positiva dos erros nessa gênese e, principalmente, o caráter recorrente e geral de certas resistências ao conhecimento científico. Longe de pertencerem ao passado, estes obstáculos epistemológicos, estão sobretudo presentes dentro de nós e espalhados à nossa volta. A sua superação é um desafio sempre renovado, razão pela qual A Formação do Espírito Científico é um clássico cujo potencial didático nunca se esgota.

Deixe uma resposta