Antonio Paim – Balanço Do Marxismo E Descendência

Posted on Posted in Ciências Sociais, Filosofia

bal

A avaliação do marxismo efetivada nesta obra corresponde a um projeto acalentado desde a juventude. Havia estudado a versão soviética, na Faculdade de Filosofia da Universidade Lomonosov, de Moscou, dando-me conta, em seguida, da sua insuficiência. Com vistas a revisá-la, freqüentei a Faculdade Nacional de Filosofia, da antiga Universidade do Brasil (atual UFRJ), do Rio de Janeiro, da qual tornei-me professor. Naquela instituição, cheguei a inscrever-me na livre docência, com o propósito de defender tese intitulada Evolução histórica do marxismo. Por razões que não vêm ao caso, acabei adotando outro tema no concurso para livre docente. Mas tive oportunidade de publicar vários ensaios sobre o marxismo soviético, tentando demonstrar que se achava inserido na tradição filosófica russa, muito diversa da ocidental. Tendo integrado o grupo de estudiosos que procedeu ao inventário da filosofia brasileira, verifiquei que o nosso marxismo também se achava marcado pela tradição local. Dei-me conta de que talvez essa circunstância pudesse explicar a diversidade de interpretações do marxismo, do mesmo modo que o fato de não ter sido bem sucedido em toda parte mas apenas em alguns países.

pdf

Deixe uma resposta