cart

Neste livro – apoiando-se em cartas escritas por grandes nomes da literatura brasileira, como as de Mário de Andrade a Manuel Bandeira e Carlos Drummond de Andrade, as de Anita Malfatti, de Portinari, de Fernando Sabino e de tantos outros -, Maria Rosa de Camargo nos oferece um belo estudo sobre a prática epistolar de pessoas comuns que, em tese, não representariam lugares sociais de importância na história de uma nação. A autora faz uma bela análise sobre como essas pessoas per­cebem a “ideologia do cotidiano” e, muito além disso, registram “vestígios de sua versão do mundo e da cultura”. Ao adentrar nas relações sociais e nas artimanhas da escrita de cartas pes­soais, esta obra revela competência ao persuadir e envolver o leitor com uma análise que transita entre o fazer científico e a criação literária, oferecendo-nos um texto exemplar, valorado sobretudo por sua notável elegância e simplicidade.

pdf

O site pede cadastro. É fácil, rápido e vale a pena.

Deixe uma resposta