img_capa_alcantaram_brasbexiga

Nas palavras do próprio autor na abertura deste volume, “este livro não nasceu livro; nasceu jornal. Estes contos não nasceram contos: nasceram notícias. E este prefácio, portanto, também não nasceu prefácio; nasceu artigo de fundo. Brás, Bexiga e Barra Funda é o órgão dos ítalo-brasileiros de São Paulo”.
Da geração modernista de 1922, Alcântara Machado morreu cedo, aos 34 anos, mas em sua curta vida conseguiu legar uma valiosa contribuição à história do conto brasileiro. A simplicidade e a acuidade de Alcântara Machado propiciam uma visão da história viva da urbe e de um importante segmento da sociedade paulistana.

pdf

Deixe uma resposta